Apresentação

Irmandade da Maçã Roxa


Você já teve a sensação de que tem uma história perfeita presa na sua mente, que se recusa a ser passada para o papel?
Eu já.
Passei anos com o que irei lhes contar preso em minha mente, as palavras certas nunca apareciam, como se fosse impossível transcrever momentos que passei com a mesma energia que ocorreram.
Você, meu jovem leitor, deve estar se perguntando: ” Por que não chamm uma narradora ao invés dessa louca? Eu quero ir para casa dormir!”
Acredite ou não, eu sou a pessoa mais capacitada para narrar as aventuras da Irmandade da Maçã Roxa, e diago à aqueles que esperam um simples conto de cinco minutos, que escolham entre ouvir o que tenho a dizer ou ir embora sem nada escutarem e nunca mais se lembrarem do meu nome.
Bom, observo que alguns se foram, talvez seja melhor assim.

A história que venho, no final dos meus dias, a contar é sobre seis amigas, elas se encontraram no final da primeira infância, e suas vidas se entrelaçaram a tal modo, que juntas fundaram, com seu próprio sangue, a Irmandade da Maçã Roxa
Esperem, estou me apressando, agora que estou dando liberdade as lembranças presas na minha memória, elas querem simplesmente fugir do meu controle.
Odeio quando isso acontece.

Você deve estar animado para que a história se inicei, mas antes devo apresentar-lhe as nossas protagonistas.
Devo informar-lhe que essas fotos são as mesmas do RG das garotas, ou seja, elas devem me matar quando descobrirem, então será o nosso segredo, combinado?

Sopheaa Bennet

É complicado ter uma opinião única sobre Sopheaa, ela pode assumir várias personalidades distintas sem demonstrar esforço nenhum, o que é algumas vezes, irritante.

Ela nasceu ruiva, com muitas sardas que cobriam praticamente todo o seu rosto, aos treze anos pintou o cabelo de rosa, o que deixou a sua mãe doida [na verdade mais doida, afinal normal a mãe dela nunca foi].

Por causa disso, ficou durante dois anos em um convento, em uma cidade perdida, lá ficou amiga da Irmã Amália, que segunda a mãe dela deveria colocar juízo na cabela dela.

Já podemos ver que isso nunca aconteceu.

Sopheaa tem algumas histórias engraçadas da época que passou no convento, ms essas ficam para mais tarde!

Bom, quando ela voltou, tinha seu próprio estilo e brilho.

Vivian de Moraes

A primeira vista você pode até se confundir sobre o jeito dela.
Nasceu e viveu no campo até os onze anos, foi quando veio para a cidade com seus pais, como seu pai era muito esperto conseguiu uma pequena fortuna com alguns serviços simples.

Na noite que completou quinze anos, algo terrível aconteceu com seus pais, o que fez com que Vivian tomasse algumas decisões que afetaram a vida por um bom tempo.

Logo após seus quinze anos, sua avó veio para a cidade, Vivian conseguiu ser a  primeira da turma, pois suas escolhas precisavam de muito mais do que ela podia fazer.

Megan Holtz

Talvez a mais doce de todas, com os seus olhos verdes destacados pelo seu cabelo ruivo costuma conquistar a maioria dos rapazes com um simples olhar seguido de um sorriso.

Até que encontra o rapaz dos seus sonhos no aniversário de Vivian, mas como todo o conto de fads não é perfeito, ele nem olha para ela.

Intrigada com a atitude do rapaz, ela procura saber mais sobre ele, descobrindo casos passados até agora enterrados sobre o solo da cidade.

Samantha de Queiróz

Não há muito o que se dizer sobre Samantha, a mesma nunca revelou muitos detalhes sobre a sua vida, pois nunca a julgou interessante.

Ela é viciada em novelas, os nossos programas noturnos só começavam depois que a novela das oito terminava.

Geralmente, sempre iámos para a casa dela quanto tinhamos algo marcado, não para assistir a novela em si, mas para rir enquanto ela se desesperava quando o mocinho ia embora e a mocinha chorava, acredite assistir novela com ela muito divertido, ainda mais quando a novela é ruim.

Alice Prado

Alice é uma doida, nunca teve medo de passar vergonha, na verdade ela já nos fez passar muita vergonha durante os anos de Irmandade.

Quer que um rapaz olhe para você?
Não chame a Alice, olhar até ele irá olhar, mas não garanto que será da melhor maneira.

Apesar do seu jeito não to nem aí, Alice sempre foi uma grande amiga, está sempre quando há necessidade e sempre tem ótimos conselhos para moda!
Não que conselhos para moda fossem necessários, que fique claro!

Serena de Andrade

Serena foi a última a se juntar à nossa Irmandade.
Ela sempre foi a mais tímida [ao contrário da Alice], nunca soubemos que ela estudava na sala seguinte a nossa se ela não tivesse sido atropelada pelo time de futebol.

Apesar de que eu sempre achei que ela gostou que vários garotos do 3º ano tivessem passado super pertinho dela, vai ver por isso que ela caiu, ficou tonta.

Perto de Serena, não tinha quem não tivesse paz, ela era muito calma, não tinha pressa e vivia com a sua paz interior sempre intacta.

Agora você me pergunta: “Você foi uma delas?
Sim eu fui, acredite me diverti muito com elas, nós aprontamos muito, rimos muito, choramos muito.

Talvez nós devêssemos nos ver mais vezes, assim não terei pressa para narrar a nossa história.

Até outro dia, talvez.